CUIDADO COM CHARUTOS CUBANOS FALSIFICADOS

Emporium Cigars, distribuidora oficial dos charutos cubanos no Brasil

Como todo produto de luxo no mundo, os charutos também sofrem com a falsificação. No mercado brasileiro, cada vez mais nos deparamos com charutos falsos e de baixa qualidade que, por não passarem pelos rigorosos processos de produção e qualidade, podem colocar em risco a própria vida do consumidor.

Sabe-se que mais de 80% dos charutos vendidos como cubanos no mundo são falsos. Muitos destes charutos possuem folhas de outras plantas que não o tabaco em sua composição e produtos químicos, portanto a qualidade e a garantia de um produto original são importantíssimos para um consumo mais prazeroso e saudável.

A Emporium Cigars é a importadora oficial dos charutos cubanos para o Brasil e a única que tem direito de vender os Habanos para restaurantes e tabacarias. Portanto aqui vão algumas dicas para diferenciar os charutos importados pela empresa dos falsos comercializados no mercado brasileiro.

Procure sempre pelos selos de garantia da Emporium Cigars
Todos os charutos comercializados pela empresa, tem dois selos de segurança sendo um deles holográfico e outro que serve como lacre para as caixas.

Fique atento aos selos de garantia de Cuba e da Habanos 

Toda caixa de charuto cubano vem com os selos de garantia de Cuba e da Habanos. O selo de garantia de Cuba se assemelha a uma nota e tem um holograma em uma extremidade e um código de barras na outra.

 

Esse código de barras pode ser conferido no site oficial da Habanos e confirmará a legitimidade ou não de uma caixa de charutos (www.habanos.com/Sellos/Info/VerificaSelloCajon). O outro selo é o selo da Habanos na extremidade superior da caixa.

Veja abaixo como estes selos são aplicados nas caixas de charutos.

Desconfie de ofertas tentadoras 
Há charutos cubanos para todos os gostos e bolsos, mas algumas marcas são mais caras por serem consideradas as top de linha da Habanos. Um Cohiba por exemplo, é um charuto caro mesmo em Cuba, portanto não existe mágica, no Brasil também ele vai custar mais caro que as outras marcas.

O que você faria ao se deparar com um Johnnie Walker Blue Label a R$ 50,00? Pois é, com o charuto acontece a mesma coisa.

Desconfie das histórias interessantes 
Quem trabalha com charuto falso sempre tem uma história interessante para contar. "Meus charutos são mais baratos porque são desviados das fábricas em Cuba". Esta história é contada em todo o mundo.

Você acredita mesmo que tanto charuto seria desviado e ninguém iria notar ou apurar a causa da falta dos charutos? Para suprir o mercado de charutos falsos Cuba teria de que quadruplicar a produção. Haja charuto!